Entenda o que é reconstrução capilar e quais suas vantagens

Reconstrução capilar no lavatório

Entenda o que é reconstrução capilar e quais suas vantagens

A exposição dos cabelos aos agentes externos, como a chapinha, secador, sol, poeira e químicas, pode danificar seriamente os fios, causando frizz, ressecamento e queda. Felizmente, há muitos tratamentos disponíveis que auxiliam na saúde das madeixas deixando-as brilhando novamente, como é o caso da reconstrução capilar.

A reconstrução capilar é um tratamento que devolve vida aos cabelos, repondo nutrientes essenciais e reestruturando a fibra capilar, fazendo com que os fios se tornem macios e sedosos novamente.

Seu cabelo está precisando de uma reconstrução capilar? A seguir vamos mostrar quando ela é recomendada, entre outras informações importantes sobre o assunto. Acompanhe!

Em que casos a reconstrução capilar é recomendada?

A reconstrução capilar é indicada para pessoas com fios danificados, principalmente, derivados de procedimentos químicos. Quem tem cabelos ondulados, finos, fragilizados, com frizz, volume ou risco de queda, pode se beneficiar com o procedimento.

O tratamento também é indicado para pessoas que passaram por cirurgias, doenças ou sofrem dos efeitos do tabagismo, por exemplo. Contudo, se você possui cabelos muito cacheados, o tratamento não é indicado. Confira abaixo as vantagens da reconstrução capilar:

  • repõe a massa capilar;
  • fortalece os fios;
  • protege os cabelos;
  • encorpa os fios.

​Outro ponto positivo da reconstrução capilar é sua durabilidade. A manutenção do procedimento pode ser feita a cada 3 ou 4 meses, dependendo do tipo de cabelo e dos cuidados em casa.

Com que frequência o tratamento deve ser realizado?

A frequência das sessões de reconstrução capilar varia de acordo com o nível de danos que o cabelo apresenta e quais métodos são utilizados no processo. Alguns produtos que contém nanotecnologia costumam ser mais eficazes, acelerando a reconstrução dos fios.

Para os cabelos extremamente danificados o processo deve ser realizado semanalmente, com o auxílio de um profissional qualificado, para estabilizar o pH dos fios e repor a massa capilar. Em casos menos graves, um intervalo de 20 a 30 dias é o suficiente.

Porém, é preciso ficar atenta, pois a queratina utilizada no tratamento só deve ser usada a cada duas semanas, já que, em excesso, ela pode provocar o enrijecimento dos fios.

Como é feita a reconstrução capilar?

Normalmente, o procedimento da reconstrução segue um padrão, conforme o passo a passo abaixo:

  1. lavagem: primeiramente, é utilizado um xampu anti-resíduos;
  2. reconstrutor: depois, o cabelo é lavado com um xampu reconstrutor;
  3. aplicação da queratina: após as lavagens, a queratina é aplicada, seguido do creme reconstrutor;
  4. pausa: para que o produto possa aderir aos fios, é realizada uma pausa de 40 minutos;
  5. retirada do produto: depois da pausa, é realizada uma nova lavagem para retirar o produto;
  6. secagem: para finalizar, escova ou aquele baby liss soltinho para dar movimento e volume fica por conta da sua criatividade.

O tratamento pode demorar de 2 a 3 horas para ser concluído, dependendo do comprimento e do volume dos cabelos.

É importante lembrar que a reconstrução capilar deve ser feita com um profissional, para evitar danos e garantir os melhores resultados. Em casa, é possível realizar a manutenção do tratamento, prolongando seus efeitos.

Além da reconstrução capilar, há outras práticas para cuidar da saúde do cabelo. Confira nossas dicas nesse post sobre o assunto!

Vagner Valsi
Hair stylist

imperiosalone

No Comments

Comente